31/10/2012

Quando sinto medo



Me afasto quando sinto medo. 

Eu sinto muito medo. Sinto medo de pessoas pessimistas. 
Sinto medo do mau humor constante. 
De risada em excesso e até do choro, quando é assim.
E, quando eu me afasto dessas pessoas, um pouco do medo vai embora também. 

E eu me abraço. Invento um final sem começo de história. 
Sem roteiro. Sem personagem direito. 
Sem quase nada. Só o final! E "esqueço" num banco de praça pra alguém colorir.
(Meu segredo, então, é não me afastar de mim...)
 

 


Ana Nunes