13/05/2012

Nova Geração.

Á nova geração.
Onde estão os beijos de amor?
Onde estão os beijos sinceros, o sorriso aberto?
Para onde foi o gostar sem fronteiras?
Se escondeu onde, o interesse?
Estive lá tão perto.
Próximo á tudo e vi, olhos tristes em compaixão exaurida, sabor simples do comer sem apetite, alma combalida.
Encurralado diante tanta liberdade. A esmo onde o destino nada significa... pois não há razão para ir, para começar a caminhada diante da estrada.
Carta branca, carta magna de alforria branca, carta marcada...
carta marcada da o tom do destino certo.
Culpa
Fuga
Pretensão.
Aos olhos inocentes abraços certos de braço incerto.
Incesto tensa negociação
Luz divina o que há de bom em nós?
Luz! Luz!
Fica e ampara da escuridão, do barulho, da chuva onde ronca o trovão; soa a tempestade e acalma
o coração.
Do nada criado ao tudo que vês - em cada coisa - está um pouco de nós e muito de vocês.

                                                                                                                                                                             Messias Xavier

Olhe dentro de Ti.

Olhe
 

luz...
Primeiro somos luz antes de sermos matéria, somos mais luz condensada do que pensamos em ser matéria, no ciclo da conotação visual.
Nos ensinaram a ver matéria e a sentir cada vez menos a luz que há em cada um de nós, além disso buscamos nos outros a matéria simétrica e perfeita pois somos cegos para ver a luz. E nessa cegueira não enxergamos nem a 'nós mesmo', lugar perfeito, perfeito para encontrarmos nossas verdadeiras respostas, e continuamos a ver nos outros toda culpa e responsabilidade para nossas insatisfações... oLHe deNTro de TI.
                                                                                                                                                                        Messias Xavier

Palavra pedaços de mim


Palavra.
Palavra composição
Palavra exposição
Palavra pedaço de mim
Palavra limite sem fim.

Palavra coisa pequena
Palavra completa e plena
Palavra papel e lápis
Palavra escrita a pena.

Palavra tudo de bom
Palavra conotação
Palavra começo e fim
Palavra tudo de mim.

Palavra encontro e busca
Palavra escrita em fusca
Palavra de coração
Palavra com emoção.

Palavra em redemoinho
Palavra que faz caminho
Palavra tanta beleza
Palavra da natureza.

                                                                                                                                                                Messias Xavier

ESSE TAL SENTIMENTO

CIUMENTOS, AVAROS, INVEJOSOS E SOLITÁRIOS
PSEUDO-ZELO É ESSE TAL SENTIMENTO
QUE ARRANCA DA MULHER A BELEZA
QUE, DO HOMEM, O SOSSEGO TIRA NO MOMENTO
CIÚME, CIÚME: A LOUCURA AO CUME!

CIÚME É A AVAREZA DO SER
AZEDUME DA INVEJA QUE O TER
DO OUTRO CAUSA
PEQUENA ALMA DESCALÇA
DAQUELA GRANDEZA QUE LHE CONVÉM
PEQUENEZ D' AVAREZA, A TRISTEZA MANTÉM

AO VER O CONSORTE ENTRE AMIGOS, SE ZANGA;
AO RECEBER SOLICITAÇÃO, CERRAM-SE-LHE OS PUNHOS;
AO BEM-ESTAR DO AMIGO, OLHA DE SOSLAIO;
VIDA BRILHA LÁ FORA, E O QUARTO ESCURO LHE BASTA.

AO QUE CHEIRA ELE OU ELA?
O ESTRUME DO CIÚME.
É ELE OU ELA FORTE?
NÃO, A DUREZA DA AVAREZA!
TEM ELE OU ELA CISCO NA VISTA?
SIM. É A CEGUEIRA DA INVEJA.

ALGUM PROBLEMA COM A LUZ?
NÃO, É O 'Q?' DA SOLIDÃO.


                                                                                                                                            João Firmino  Messias Xavier

Instantes mágicos


É preciso correr riscos. Só entendemos direito o milagre da vida quando deixamos que o inesperado aconteça.
Todos os dias Deus nos dá um momento em que é possível mudar tudo que nos deixa infelizes. Todos os dias procuramos fingir que não percebemos este momento, que ele não existe, que hoje é igual a ontem e será igual a amanhã. Mas, quem presta atenção ao seu dia, descobre o instante mágico. Ele pode estar escondido na hora em que enfiamos a chave na porta pela manhã, no instante do silêncio logo após o jantar, nas mil e uma coisas que nus parecem iguais. Este momento existe – um momento em que toda a força das estrelas passa por nós, e nos permite fazer milagres.
A felicidade às vezes é uma benção – mas geralmente é uma conquista. O instante mágico do dia nos ajuda a mudar, nos faz ir em busca de nossos sonhos. Vamos sofrer, vamos ter momentos difíceis, vamos enfrentar muitas desilusões – mas tudo é passageiro, e não deixa marcas.

Nas Margens do Rio Piedra Sentei e Chorei - Paulo Coelho

Especialmente dedicado a Messias e Suelaide

                                                                                                                                                                                          Thiago Xavier

Agora

Agora












Me sinto agora no meio da estrada 
sem saber para onde ir
sinto você largando minha mão 
e indo pra longe
me deixando, sou criança
sou lágrima, agora
sou tristeza,
sou sozinho.
Me sinto sem destino
sem por quê,
sem vontade,
sem sorriso,
meu riso foi tirado

trocado pela solidão
no escuro vazio.
Sem destino
sou criança
nada tenho
tenho nada
parei,
parei aqui
vê meu sonho
e ele teima em me deixar
ele quer ir de mim
vergonha
sentindo tanto
sem voz
só sofrendo

por quê e para quê
sem riso
sou criança
volta
me ensina a ser feliz de novo
me mostra de novo
quem sou
o meu riso se vai
e fica oco
corri o risco e acreditei
me entreguei
e na pele senti
a dor
ela sai do peito e toma conta de mim
tanto esperei
e meu oásis não me deu água
bebi o fel do sabor da desventura do amor
sou criança
em tudo acredito
eu acredito
acreditei
agora sofro
assim como criança, sabe?
sem doce
sem bala
sem beijo
sem fala

perdoa
nada sei de nada
sei pouco da criança que sou
só sei ser criança
só sei acreditar
agora sei sofrer
como criança que sou.

                                                                                                                                             Messias Xavier

Somos diferentes

Diferentes




gatinha, doce e meiga
um dia não é igual ao outro
somos diferentes a cada dia que nasce
nascemos também nós
nossas almas renovadas
novos conhecimentos
novos encontros
reencontros
físicos espirituais
crescimento
mais amor
mais amor
mais amor ainda
muito mais amor ainda
hoje sou outro
somos assim
alma em evolução
sentimentos em evolução
segurança em evolução

somos esse
num só
atentos
ligados, desligados
mas aprendendo sempre
a sermos mais que antes
maiores que antes
mais simples que antes
menos complicados
isso é crescimento
quando descomplicamos algo dentro da gente
e ficamos tranquilos para aprender com isso
e crescemos
no aprendizado de nossas almas
de outras almas,
maiores
caminhando em direção a Luz
crescimento constante
esse é o aprendizado
aprendizado
sintonia
as vezes cai
mesmo física
mesmo numa rádio de ondulações medias

devido a distancia e interferência
reajuste são necessários
para melhor nos ajustarmos
ao que podemos ouvir com clareza de dentro de nossas almas
não estamos e nem estaremos sempre na mesma frequência
mas sabemos que o que vai nos unir é a direção final
frequência, sintonia, afinação, tonalidade, cores
precisam ser ajustadas
se necessário
mesmo as cores e notas mais afinadas
ao longe se distorcem
e precisamos saber com isso a intenção
o que queremos
mesmo quando tocamos notas fora do tom
ou pintamos de maneira inadequada
somos assim
crescimento constante
somos esse
crescimento constante
conciliação e reflexão
aprendizado
renascimento

                                                                                                                                                    Messias Xavier 

Pedaços de MiM




Uma poesia é um pedaço de mim,
um bom pedaço de mim.
Não como unha ou cabelo,
que descartável vai ao chão,
mas é um bom pedaço de mim.
Um pedaço de mim não distingue
quem mais importante é.
Um pedaço faz parte sempre de
um conjunto maior, tem sempre razão
existencial indivisível.
Assim é a poesia em mim...
partícula do que sou que por uma razão ou outra, 
se formou, tomou vida, forma distinta, 
se compreendeu inteira e se viu poesia.
Não bela, não rara, não fato ou ficção, 

não dialética ou eloquente... só poesia.
Poesia pedaço.
Poesia pedaço de mim.
Poesia pedaço - rasgo de mim.
Poesia de mim.
Poesia mínima do menino em mim
 

                                                                                                      Messias Xavier

RENUNCIA PULSIONAL





RENUNCIA PULSIONAL --- A FELICIDADE PERDEU SEU IDEAL SUBVERSIVO SE TRANSFORMANDO NUMA ENGRENAGEM FUNDAMENTAL PARA A MANUTENÇÃO DO "STATUS QUO" SUBMETENDO-SE AOS IDEAIS DE EFICÁCIA ECONÔMICA. O IMPERATIVO CULTURAL IMPLACÁVEL DE FELICIDADE EXTREMA IMPULSIONA A TODOS NESSE CAMINHO DE CONSUMISMO. O CAPITALISMO DE CONSUMO REQUER SUBSTITUIÇÃO IMEDIATA, ACUMULAÇÃO, NOVIDADE...
VIVER, É ANACRÔNICO A ISSO, POR DEFINIÇÃO. POR QUE ISSO CRIA UMA GALOPANTE EXPECTATIVA, O QUE JÁ É UM ERRO, POR SI SÓ... NÃO SERIA O ACASO O REGENTE IMPONDERÁVEL DA ALEGRIA HUMANA? SÓ COM ELE CONTRARIARÍAMOS A VELHA FORMA ACUSATIVA, TIPICA DA DINÂMICA DE FRUSTRAÇÕES DA INCANSÁVEL BUSCA AO QUAL NOS IMPÕE O CAPITALISMO
...ERA ISSO QUE EU ESTAVA PENSANDO.

                                                    por Messias Xavier, sexta, 25 de Março de 2011 às 20:24 ·

Dedique

Dedique seu tempo e sua energia a conquistar aquilo que você quer. Quando surgirem dificuldades, supere-as e em seguida, recupere rapidamente o seu foco. Não permaneça a vida inteira resolvendo complicações. Pare de ficar o tempo todo apagando incêndios. Quem faz isso anda para trás. Empregue o seu tempo e a sua energia em pensamentos e atos, seguindo firmemente adiante, na direção do seu proposito! ;)
                                                                                                                                                                                   Rogério Luiz

07/05/2012

Sou contra o preconceito


UM MENINO NEGRO ENTRA EM UM MERCADO.
UM HOMEM BRANCO DIZ: NÃO PERMITO PESSOAS DE COR AQUI

O MENINO NEGRO DIZ:
EU NASCI PRETO. QUANDO EU ESTOU CONGELANDO, EU SOU
NEGRO. QUANDO ESTOU DOENTE, EU SOU NEGRO. QUANDO EU ESTIVER MORTO, ESTAREI NEGRO. QUANDO VOCÊ NASCE, VOCÊ É ROSA. QUANDO VOCÊ ESTÁ CONGELANDO, VOCÊ É AZUL, QUANDO VOCÊ SE SENTIR ENVERGONHADO, VOCÊ FICA VERMELHO. QUANDO VOCÊ ESTÁ MORTO, VOCÊ FICA ROXO, E VOCÊ ESTÁ ME CHAMANDO DE PESSOA DE COR?

Enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho dos olhos ainda haverá Guerra
- Sou contra o preconceito e você? Se for contra o preconceito tbm..
#repasse com orgulho !!


De:Tobias Oliveira


Ana Paula da Silva

PAPEL DE PÃO

 
PAPEL DE PÃO

Eu nem sei dizer o que senti

Quando eu acordei e não lhe vi
Confesso que chorei
Não suportei a dor
É doloroso  perder um grande amor
Mais alucinado eu fiquei
Quando li o bilhete que encontrei.
Estava escrito num papel de pão
Foi o que arrasou meu coração
Ainda me lembro bem
Estava escrito assim:
Não me procure nosso amor
Chegou ao fim!

                                                                                                  Sérgio Silva

Vamos celebrar



Eu gosto de andar pela rua
bater papo, de lua e de amigo engraçado
Eu gosto do estilo do Zorro
o visual lá do morro e de abraço apertado
Eu gosto mais de bicho com asa
mais de ficar em casa e mais de tênis usado
Eu gosto do volume, do perfume
do ciúme, do desvelo e do cabelo enrolado
Eu gosto de artistas diversos
de crianças de berço e do som do atchim
Eu gosto de trem fora do trilho
de andar com meu filho e da cor do marfim
Tem gente, muita gente que eu gosto
que eu quase aposto que não gosta de mim
Eu gosto é de cantar
Vamos celebrar
Eu gosto de artista circense
de astista que pense e de artista voraz
Eu gosto de olhar pra frente
de amar pra sempre o que fica pra trás
Eu gosto de quem sempre acredita
a violência é maldita e já foi longe demais
Eu gosto do repique do atabaque
do alambique badulaque do cachimbo da paz
Eu gosto de inventar melodia
da palavra poesia e de palavra com til
Eu gosto é de beijo na boca
de cantora bem rouca e de morar no Brasil
Eu gosto assim do canto do povo
e de tudo que é novo e do que a gente já viu
Eu gosto é de cantar
Vamos celebrar
Eu gosto de atores que choram ali por nós
e namoram ali por nós na TV
Eu gosto assim de quem é eterno
de quem é moderno e de quem não quer ser
Eu gosto de varar madrugada
de quem conta piada e não consegue entender
Eu gosto da risada gargalhada
da beleza recriada pra que eu possa rever
Eu gosto de quem quer dar ajuda
e acredita que muda o que não anda legal
Eu gosto de quem grita no morro
que a alegria é socorro e que miséria é fatal
Eu gosto do começo do avesso
do tropeço do bebum que dança no carnaval
Eu gosto é de cantar
Vamos celebrar
Eu gosto é de ver coisa rara
a verdade na cara é do que gosto mais
Eu gosto porque assim vale a pena
a nossa vida é pequena e tá guardada em cristais
Eu gosto é que Deus cante em tudo
e que não fique mudo morto em mil catedrais
Eu gosto é de cantar
Vamos celebrar

                                                                                                                                                       Zenbrazilis ZBraz

Mudança de atitudes




Diante das indagações sobre os problemas da vida, eis uma sugestão:
QUAL FOI A SEMENTE QUE VOCÊ PLANTOU?
pois te digo:
PLANTANDO VENTO IRÁ COLHER TEMPESTADE.
Ainda há tempo para uma mudança de atitudes.
O teu caminho quem faz é VOCÊ.

                                                                                                                                                               Zenbrazilis ZBraz

Vida Generosa

Vida

É realmente uma pena aos meros mortais 
acreditarem que as ideias de força e perseverança aplicam-se a contextos individuais.
A eterna fonte da vida nem está mais oculta em
toda essa sabedoria, 
mas a evidência excessiva os assusta por demais.
A vida é generosa.
                                                                                                                                                                                         Thiago Xavier

06/05/2012

VAGANDO

Vagando
... Hoje eu passei por tanta gente, 
mas mesmo assim estou deserto 
vagando em torno de mim mesmo, 
entre o irreal e o concreto... 
Eu vejo um vulto em outro quarto que 
poderia ser o meu preso em arames tão farpados 
que o próprio tempo me envolveu...
                                                                                                              Messias Xavier

TALVEZ

Aprendi muita coisas, 
até mesmo algumas que não deveria ter aprendido... 
mas eu fechei meus olhos, 
fixei meus pés no chão e ergui minha cabeça pro céu...

E o tempo passou...
Mas ainda me sinto uma criança quando olho pra lua.
Talvez eu tenha crescido um pouco cedo demais.
                                                                                                                                                                                    Thiago Xavier

03/05/2012

MISTÉRIOSA


Misteriosa te chamarão para sempre,
mesmo que não mais cegue os homens,
com o veneno de teus olhos,
e nos momentos,
faça das palavras secas,
frases incoerentes aos teus pensamentos,
que os meus sentimentos não entendem.

Comovente... triste é como solto-me 
das tuas tranças,
e arrasto-me no teu encalço,
na soberba esperança
de teu corpo tocar,
Num dia em que nada se explica,
e que simplesmente,
Sinta a dor que me fez passar por querer 
estar junto de ti
quando corria no espaço, até no céu tropeçar.
                                                                                                       (Mirianeide Cândido)