13/05/2012

Nova Geração.

Á nova geração.
Onde estão os beijos de amor?
Onde estão os beijos sinceros, o sorriso aberto?
Para onde foi o gostar sem fronteiras?
Se escondeu onde, o interesse?
Estive lá tão perto.
Próximo á tudo e vi, olhos tristes em compaixão exaurida, sabor simples do comer sem apetite, alma combalida.
Encurralado diante tanta liberdade. A esmo onde o destino nada significa... pois não há razão para ir, para começar a caminhada diante da estrada.
Carta branca, carta magna de alforria branca, carta marcada...
carta marcada da o tom do destino certo.
Culpa
Fuga
Pretensão.
Aos olhos inocentes abraços certos de braço incerto.
Incesto tensa negociação
Luz divina o que há de bom em nós?
Luz! Luz!
Fica e ampara da escuridão, do barulho, da chuva onde ronca o trovão; soa a tempestade e acalma
o coração.
Do nada criado ao tudo que vês - em cada coisa - está um pouco de nós e muito de vocês.

                                                                                                                                                                             Messias Xavier