03/05/2012

MISTÉRIOSA


Misteriosa te chamarão para sempre,
mesmo que não mais cegue os homens,
com o veneno de teus olhos,
e nos momentos,
faça das palavras secas,
frases incoerentes aos teus pensamentos,
que os meus sentimentos não entendem.

Comovente... triste é como solto-me 
das tuas tranças,
e arrasto-me no teu encalço,
na soberba esperança
de teu corpo tocar,
Num dia em que nada se explica,
e que simplesmente,
Sinta a dor que me fez passar por querer 
estar junto de ti
quando corria no espaço, até no céu tropeçar.
                                                                                                       (Mirianeide Cândido)