10/04/2012

Olhar Morto

PEDAÇOS de MIM

Neste olhar morto e cansado
neste coração inocente e puro
neste sorriso amigo e menino
neste coração ingênuo e selvagem:

Amigo, irmão e Hermano.

Debulhando as lágrimas
sentindo juntos as pedras do tempo
engolindo juntos o sal dos caminhos.

No copo de vinho, a mesa vazia
o tempo e a esperança
um desejo que nos une as mentes
um sonho que se faz presente:

E este cansado e morto olhar
acompanha o amigo e menino sorriso
de um ingênuo coração. 
                                                                                                                                         Mirianeide Cândido